Curiosidades
24.set.2018
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Quais são os tipos de garantia de uma locação residencial?

Conheça as modalidades utilizadas no mercado

Imagem Quais são os tipos de garantia de uma locação residencial?
Logo Copiar Blog Notícia

Uma das preocupações de quem vai colocar um imóvel para alugar é saber se receberá em dia o valor da locação. Por isso, no contrato de aluguel, o locatário precisa apresentar qual será a modalidade de garantia locatícia.

A garantia locatícia tem como objetivo proteger o proprietário em caso de uma falta de pagamento por parte do inquilino.

A modalidade mais utilizada de garantia locatícia é a fiança, mas também existem outras modalidades que podem ser interessantes no contrato de locação. Por isso, é importante avaliar a garantia que melhor se aplica com cada perfil.

Para o locatário recomenda aceitar uma modalidade que proporcione segurança, pois assim, é possível evitar problemas futuros. Conheça abaixo as modalidades mais comuns previstas na Lei do Inquilinato.

FIADOR:
É a modalidade mais tradicional e tem como vantagem de ser gratuita e rápida. Nela, o locatário apresenta uma pessoa que será responsável por assumir as despesas caso não cumpra com o pagamento do aluguel.
Nessa modalidade exige-se que o fiador comprove uma renda de pelo menos três vezes mais para poder arcar com um futuro débito. Também é necessário ter o nome limpo e possuir um imóvel próprio na mesma cidade do que será a locação.
O fiador assina um contrato de 30 meses e após esse prazo é renovado automaticamente.
SEGURO FIANÇA:
O Seguro fiança garante o pagamento do aluguel e dos demais encargos do locatário em caso de inadimplência. Ao contrário do Fiador, nessa modalidade, o locatário contrata uma apólice de seguro onde será pago uma quantia para um eventual aluguel não pago. .
Essa apólice tem validade de um ano e após esse período é necessário renovar, caso ao contrário, a locação ficará sem garantia locatícia. Já o valor a ser pago depende da análise de crédito do locatário e pode variar de um aluguel mensal até três vezes o preço. Esse valor investido não é retornado.
A vantagem desta modalidade está na segurança que oferece para ambas as partes. Para o proprietário, a certeza do aluguel e para o locatário evita imprevisto de ficar sem uma garantia. Assim, como os seguros de automóveis e residenciais, essa modalidade também oferece serviços 24 horas, tais como: serviços hidráulicos, elétricos, desentupimentos, chaveiros, etc.
CAUÇÃO OU DEPÓSITO DE TRÊS MESES:
Essa garantia equivale ao depósito de até três meses de aluguel no início contrato. Nesta modalidade, ao contrário do Seguro Fiança, esse valor é devolvido no final do contrato com rendimentos e pode vir inteiro se o inquilino não deixou de efetuar nenhum pagamento ou depreciou o imóvel.
A garantia caução pode ser bens imóveis ou móveis, como automóvel ou eletrodoméstico, porém deve ser registrada no Cartório de Títulos e documentos ou de imóveis.
TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO
Essa modalidade funciona como investimento no qual o banco faz a garantia do aluguel. O locatário compra um título de capitalização e todo mês efetua o pagamento de uma taxa, esse dinheiro fica emprestado ao banco sem poder mexer durante o período da locação e no final contrato é possível retirar com rendimentos.
SEM GARANTIAS
Alugar um imóvel sem garantia é permitida por lei, porém, não é indicada e pode ser uma modalidade arriscada para o locatário. O proprietário deve estar ciente dos riscos que corre ao aceitar essa modalidade.
Fonte: Site do Procon
Fonte:
SP Imóvel
O Portal de Imóvel em São Paulo de São Paulo
www.spimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Mitos e Verdades sobre construir e reformar
Próximo Post >
Receba a primavera com grande estilo