Financiamento
20.ago.2021
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Financiamento Imobiliário: taxas de juros do Banco do Brasil

Banco utiliza a taxa mínima a partir de 6,55% ao ano

Imagem Financiamento Imobiliário: taxas de juros do Banco do Brasil
Logo Copiar Blog Notícia

Comprar um apartamento ou uma casa é um investimento de longo prazo e que na maioria dos casos, às pessoas adquirirem imóveis através do financiamento imobiliário. E isso significa que comprometerá boa parte do orçamento mensal da família, por isso é preciso planejar e estudar quais os bancos têm as melhores taxas do crédito imobiliário.


Ao financiar um imóvel significa que você vai comprometer pelo menos 30% da renda mensal da família por um longo período. E isso, pode levar em média de 30 a 35 anos para quitar o saldo devedor.


Atualmente, as instituições financeiras disponibilizam mais de uma linha de crédito com taxas de juros e condições de pagamentos diferenciados. Conheça as opções de Financiamento imobiliário do Banco do Brasil em 2021:


No Banco do Brasil, o financiamento pode ser de até 80% do valor do imóvel, nas linhas de crédito  do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), com taxa mínima a partir de 6,55% ao ano + TR (CET de 8,35%). O prazo máximo é de 360 meses (30 anos).


O valor mínimo de financiamento no Banco do Brasil é de R$ 20 mil e o valor máximo de R$ 5 milhões e permite até 180 dias para o pagamento da primeira parcela de capital. Os clientes ainda podem escolher mês-pula, ou seja, um mês por ano sem cobrança da parcela, que é diluída ao longo do cronograma da operação.

 

Financiamento Imobiliário - Banco do Brasil
Linha de Crédito Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e Carteira Hipotecária (CH)
Máximo de Financiado 80%
Comprometimento máximo da Renda 30%
Taxa de Juros A partir de 6,55% a.a. + TR 
Valor Máximo do Imóvel R$ 1,5 milhão no SFH e sem limitação no CH
Prazo de Pagamento 360 meses (30 anos)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim, para imóveis do SFH
Fonte: Assessoria de Imprensa do Banco do Brasil em 6 de agosto de 2021

 

A parcela do Financiamento Imobiliário é composta pelas taxas de: amortização + juros; tarifa de administração mensal e de Seguro. E o Banco do Brasil oferece parcelas fixas com Sistema de Amortização PRICE ou atualizáveis com Sistema de Amortização Constante – SAC.


O banco permite utilizar o FGTS no financiamento imobiliário para imóveis residenciais avaliados até R$ 1,5 milhão na modalidade SFH. Para acomposição de renda do financiamento imobiliário  no Banco do Brasil é entre cônjuges ou companheiros, ou entre até três proponentes com vínculo de parentesco, consanguíneo ou por afinidade.


Veja abaixo uma simulação de financiamento imobiliário que o Grupo SP Imóvel realizou para um imóvel residencial, localizado na cidade de São Paulo, com dados de uma pessoa de 44 anos e com uma renda de R$ 12.000, empresário ou funcionário privado (CLT). 

 

Compra de Imóvel Usado em São Paulo de R$ 400 mil
Entrada de R$ 80 mil (20%)
Financiado por 360 meses (30 anos)
Sistema de Amortização: SAC
Correção anual pela TR (Tabela Referencial)
Bancos Taxa de
Juros Efetiva 
a.a.
Custo
Efetivo Total
a.a.

(perfil 44 anos)
1ª  Parcela Última
Parcela
Total do Financ.
Banco do Brasil -
TR
6,55%  8,62% R$
3.037,85
R$ 922,71 R$
729.261,28
Simulações realizadas em 05/08/2021  

 

As taxas do financiamento imobiliário variam conforme o perfil de cada cliente, prazo do financiamento e o relacionamento com o banco. Por isso, aconselhamos primeiro avaliar o banco em que você já tem conta e relacionamento, pois muitas vezes, abrir outra conta em outro banco só para o financiamento imobiliário, pode trazer desvantagens financeiras por causa de uma pequena diferença nos juros.


No Banco do Brasil, os clientes podem contratar financiamento imobiliário pelo celular ou internet, com apoio de especialistas, garantindo assim conveniência e agilidade.


Comprar um imóvel é um investimento de longo prazo e isso significa que comprometerá boa parte do orçamento mensal da família, portanto é preciso planejar e estudar quais os bancos têm as melhores taxas do crédito imobiliário.


Ou seja, é muito importante realizar simulações do financiamento imobiliário nos sites dos principais bancos, assim é possível ver quais instituições oferecem as melhores taxas do crédito imobiliário de acordo com o seu perfil. Nessas simulações é possível ter uma previsão das taxas de juros, seguros, amortização e dos valores das parcelas mensalmente. 

Fonte:
SP Imóvel
O Portal de Imóvel em São Paulo de São Paulo
www.spimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Os melhores restaurantes japoneses em Itanhaém
Próximo Post >
Qual o valor do Aluguel dos Apartamentos no bairro do Limão?