Financiamento
Atualizado em: 23.out.2020
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Qual é a melhor taxa para o financiamento imobiliário?

Confira as taxas em 2020 para o crédito nas principais instituições bancárias

Imagem Qual é a melhor taxa para o financiamento imobiliário?
Logo Copiar Blog Notícia

Comprou um imóvel e está na dúvida de qual banco possui a melhor taxa de juros no financiamento imobiliário?


E para ajudar nessa escolha, o Grupo SP Imóvel realizou uma simulação de financiamento imobiliário em cada banco, além de conversar com as assessorias de imprensa de cada instituição.


Veja abaixo as informações necessárias para adquirir um imóvel com as melhores taxas.

 

Compra de Imóvel Usado em São Paulo de R$ 400 mil
Entrada de R$ 80 mil (20%)
Financiado por 360 meses (30 anos)
Sistema de Amortização: SAC
Correção anual pela TR (Tabela Referencial)
Bancos Taxa de
Juros Efetiva
1ª  Prestação Última
Prestação
Bradesco 6,90% a.a R$ 2.859,02 R$ 918,44
Itaú - (TR) 6,90% a.a R$ 2.855,09 R$ 918,84
Itaú 
(Juros Poupança + Taxa Fixa)
5,39% a.a R$ 2.473,85 R$ 917,78
Banco do Brasil
(TR)
8,45% a.a R$ 3.252,77 R$ 923,05
Santander 6,99% a.a R$ 2.868,35* R$ 918,44
Caixa - TR
+ Taxa de Juros
7,59% a.a R$ 2.875,21 R$ 795,85
Caixa - IPCA
+ Taxa de Juros
4,25% a.a R$ 2.008,10 R$ 853,09
Caixa - Taxa
de Juros Fixa
9,50% a.a R$ 2.923,02 R$ 775,79
Simulações realizadas em 22/10/2020

 

A simulação de financiamento imobiliário realizada acima foi feita nos sites das instituições bancárias para um imóvel residencial, localizado na cidade de São Paulo, com dados de uma pessoa de 40 anos e com uma renda de R$ 10.000, empresário ou funcionário privado (CLT). Possivelmente, um funcionário público conseguirá uma taxa de juros mais baixas no Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

 

Veja abaixo a Simulação de Financiamento Imobiliário nos principais bancos em maio de 2020:

 

 

  • BRADESCO

Para o financiamento de imóveis residenciais novos ou usados, o Bradesco utiliza a taxa mínima de 6,90 % ao ano mais TR no Sistema Financeiro Habitacional (SFH) com valor máximo de R$ 5 milhões. O prazo de financiamento é de 360 meses (30 anos) e permite a utilização do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para imóveis de até R$ 1,5 milhão. O cliente pode financiar até 80% do valor do imóvel.

Financiamento Imobiliário - Bradesco
Linha de Crédito Sistema Financeiro da Habitação (SFH)
Máximo de Financiado 80%
Comprometimento máximo da Renda 30% na tabela SAC e 15% na tabela Price
Taxa de Juros A partir de 6,90% a.a. + TR
Valor Máximo do Imóvel R$ 5 milhões, acima deste valor pode ser feito sob consulta
Prazo de Pagamento 360 meses (30 anos)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim, para imóveis até R$ 1,5 milhão
Fonte: Assessoria de Imprensa do Bradesco em 23 de outubro de 2020

 

Leia também: 

 

  • ITAÚ UNIBANCO


1º - Financiamento do Itaú Unibanco usando a Taxa Referencial - TR


Já no financiamento do Itaú, a taxa é de 6,9% ao ano mais a TR, sendo válida para imóveis residenciais novos ou usados, utilizados nas linhas de crédito do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). O financiamento pode ser de até 90% do valor do imóvel, com prazo máximo de 360 meses (30 anos). E per e permite a utilização do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). 

Financiamento Imobiliário - Itaú Unibanco
Linha de Crédito

Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e 
Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)

Máximo de Financiado 90%
Taxa de Juros A partir 6,9% a.a. + TR
Valor Máximo do Imóvel R$ 1,5 milhão
Prazo de Pagamento 360 meses (30 anos)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim 
Fonte: Assessoria de Imprensa do Itaú - Unibanco em 22 de outubro de 2020

 

No início do mês de Setembro, o Itaú ainda divulgou o lançamento de duas novas modalidades. A primeira delas é junto com o rendimento da poupança, com a taxa fixa de 3,99% ao ano. Com o valor atual da taxa básica de juros,de 2% ao ano, o rendimento da caderneta está em 1,4% ao ano. Assim, segundo o banco, a taxa para os clientes que contratarem financiamento imobliário nessa nova linha, com os atuais valores, será de 5,39% (3,99% + 1,4%) ao ano.


2º - Financiamento Imobiliário do Itaú Unibanco com rendimento da poupança + Taxa Fixa  

 

Financiamento Imobiliário - Itaú Unibanco
Linha de Crédito

Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e 
Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)

Máximo de Financiado 90%
Taxa de Juros 5,39% (3,99% + 1,4%) 
Valor Máximo do Imóvel R$ 1,5 milhão
Prazo de Pagamento 360 meses (30 anos)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim 
Fonte: Assessoria de Imprensa do Itaú - Unibanco - 22 de outubro de 2020

 

E a outra mudança  é que o Itaú oferece a possibilidade de uso de imóveis ainda financiados junto ao banco como garantia para empréstimos pessoais, com a linha Crédito com Garantia de Imóvel Financiado. O banco prevê a liberação de aproximadamente R$ 12 bilhões.

 

  • SANTANDER

Para o financiamento de imóveis residenciais novos ou usados, o Sandander utiliza a taxa mínima de 6,99% ao ano mais TR no Sistema Financeiro Habitacional (SFH), com valor máximo de R$ 1,5 milhão. O prazo de financiamento é de 420 meses (35 anos) e permite a utilização do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O cliente pode financiar até 80% do valor do imóvel.

Financiamento Imobiliário Santander
  Pró-Cotista Operações dentro do âmbito SFH Operações fora do âmbito
SFH
Valor do Imóvel Não estão ofertando Pró-Cotista em 2020 R$ 90 mil - 
R$ 1,5 MM
> R$ 1,5 MM
Valor Financiado Não estão ofertando Pró-Cotista em 2020 Até 80% Até 80%
Renda Bruta Não estão ofertando Pró-Cotista em 2020 Comprometimento de até 35% (pode variar de acordo com a análise de crédito) Comprometimento de até 35% (pode variar de acordo com a análise de crédito)
Taxa Mínima Não estão ofertando Pró-Cotista em 2020 6,99% a.a + TR (SAC) 6,99% a.a + TR (SAC)
Taxa Máxima Não estão ofertando Pró-Cotista em 2020 10% a.a. + TR (SAC) 10% a.a. + TR (SAC)
Prazo Máximo Não estão ofertando Pró-Cotista em 2020 420 meses 420 meses
Fonte: Assessoria de Imprensa do Santander em 22 de outubro de 2020


O Banco Santander informou que em 2020, não estão realizando o financiamento imobiliário na modalidade Pró-Cotista

 

  • BANCO DO BRASIL

No Banco do Brasil, o financiamento pode ser de até 80% do valor do imóvel,  na linha de crédito  do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), com taxa mínima de 6,39% ao ano + TR, ou a partir 3,45% ao ano + IPCA. O prazo máximo é de 420 meses (35 anos). E permite a utilização do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) na modalidade SFH.

Financiamento Imobiliário - Banco do Brasil
Linha de Crédito Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e Carteira Hipotecária (CH)
Máximo de Financiado 80%
Comprometimento máximo da Renda 30%
Taxa de Juros A partir de 6,39% a.a. + TR 
A partir de 3,45% a.a. + IPCA
Valor Máximo do Imóvel R$ 1,5 milhão no SFH e Sem limitação na CH
Prazo de Pagamento 420 meses (35 anos)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim, para imóveis do SFH
Fonte: Assessoria de Imprensa do Banco do Brasil em 22 de outubro de 2020

 

 

  • CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

A Caixa disponibiliza modalidades de financiamento habitacional com dois fatores de correção diferentes: TR e IPCA. Eles atualizam mensalmente o saldo devedor na data de vencimento das prestações. 

 

No começo do ano, a Caixa lançou sua primeira linha de crédito com taxa de juros fixa. Nessa modalidade não haverá correção como nas outras linhas de crédito. 

 

1º - Financiamento da Caixa usando a Taxa Referencial - TR

A taxa mínima para imóveis residenciais é a partir de 6,25% ao ano mais TR, para financiamentos com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE) dentro das modalidades do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) com o maior prazo de parcelamento de 420 meses (SAC) e 360 meses (Tabela Price).

Financiamento Imobiliário - Caixa Econômica Federal - TR
Linha de Crédito Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e 
Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)
Máximo de Financiado 80%
Comprometimento máximo da Renda 30%
Taxa de Juros A partir de 6,25% a 8,00% a.a. + TR
Valor Máximo do Imóvel R$ 1,5 milhão, pelo SFH
Prazo de Pagamento 420 meses (SAC) e 360 meses (Tabela Price)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim, pelo SFH
Fonte: Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica em 22 de outubro de 2020

 

 

2º - Financiamento da Caixa usando o IPCA

Nesta modalidade, as taxas variam de 2,95% a 4,95% ao ano mais IPCA (Ìndice Nacional ao Consumidor Amplo) e o prazo máximo de financiamento é de no máximo 360 meses (SAC) e 240 (Tabela Price).

Financiamento Imobiliário - Caixa Econômica Federal - IPCA
Linha de Crédito Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e 
Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)
Máximo de Financiado 80%
Comprometimento máximo da Renda Até 20% (Sac) e até 15% da Tabela Price
Taxa de Juros A partir de 2,95% a 4,95% a.a. + IPCA
Valor Máximo do Imóvel R$ 1,5 milhão, pelo SFH
Prazo de Pagamento 360 meses (SAC) e 240 meses (Tabela Price)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim, pelo SFH
Fonte: Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica em 23 de maio de 2020

 

3º - Financiamento da Caixa usando a TAXA FIXA

Nesta modalidade, as taxas variam de 8% a 9,75% ao ano e poderá ser financiado até 80% do imóvel novo ou usado e o prazo máximo  é de no máximo 360 meses pelo sistema SAC e 240 na Tabela Price.

Financiamento Imobiliário - Caixa Econômica Federal - TAXA FIXA
Linha de Crédito Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e 
Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)
Máximo de Financiado 80%
Comprometimento máximo da Renda Até 20% (Sac) e até 15% da Tabela Price
Taxa de Juros A partir de 8% a 9,75%  a.a.
Valor Máximo do Imóvel R$ 1,5 milhão, pelo SFH
Prazo de Pagamento 360 meses (SAC) e 240 meses (Tabela Price)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim, pelo SFH
Fonte: Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica em 23 de Maio de 2020

 

 

Leia também: 

 

É importante ressaltar que as taxas do financiamento imobiliário variam conforme o perfil de cada cliente, prazo do financiamento e o relacionamento com o banco. 


Por isso, aconselhamos primeiro avaliar o banco em que você já tem conta e relacionamento, pois muitas vezes, abrir outra conta em outro banco só para o financiamento imobiliário, pode trazer desvantagens financeiras por causa de uma pequena diferença nos juros.

 
Exemplos: Além da taxa de manutenção da nova conta, você terá o custo do TED (Transferência entre bancos) que terá que realizar todo mês para transferir o dinheiro do banco que você usa no dia a dia para o banco do financiamento. Também é possível que obriguem por força de contrato adquirir produtos nesse novo banco como cartões de crédito, previdência privadas etc (já ouvimos muitas histórias como essa). 
 
Outra dica é perguntar qual é a taxa de avaliação (taxa que o banco cobra para um avaliador ir até o imóvel que está sendo adquirido), pois cada banco cobra  taxas diferentes e isso pode fazer diferença nas primeiras parcelas.

 

E você está procurando um imóvel para comprar? 

Acesse o Portal SP Imóvel e confira as ofertas de aproximadamente 1.200 Imobiliárias anunciantes do Portal

 

Fonte:
SP Imóvel
O Portal de Imóvel em São Paulo de São Paulo
www.spimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Qual o valor do metro quadrado dos Apartamentos na Vila Nova Conceição?
Próximo Post >
Qual o valor do Aluguel dos Apartamentos na Lapa?