Financiamento
Atualizado em: 09.mai.2023
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Quais as taxas de juros do Bradesco no financiamento imobiliário?

Conheça as linhas de crédito do banco em 2023

Imagem Quais as taxas de juros do Bradesco no financiamento imobiliário?
Logo Copiar Blog Notícia

O Bradesco é um dos principais bancos do Brasil e oferece diversos serviços financeiros, incluindo o financiamento imobiliário. Se você está planejando comprar uma casa ou apartamento e precisa de um empréstimo para isso, é importante entender as taxas de juros cobradas pelo Bradesco para o financiamento imobiliário.


E comprar um apartamento ou uma casa é um investimento de longo prazo e que na maioria dos casos, às pessoas adquirirem imóveis através do financiamento imobiliário. E isso significa que comprometerá boa parte do orçamento mensal da família, por isso é preciso planejar e estudar quais os bancos têm as melhores taxas do crédito imobiliário.


Ao financiar um imóvel significa que você vai comprometer pelo menos 30% da renda mensal da família por um longo período. E isso, pode levar em média de 30 a 35 anos para quitar o saldo devedor.


O Bradesco oferece duas modalidades de financiamento imobiliário: a Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e a Carteira Hipotecária (CH). As taxas de juros do Bradesco para o financiamento imobiliário podem variar de acordo com diversos fatores, como o perfil do cliente, o valor do imóvel, o prazo de pagamento e o tipo de sistema de amortização escolhido. 


Além das taxas de juros, o Bradesco também cobra outros encargos no financiamento imobiliário, como a taxa de abertura de crédito, a taxa de avaliação do imóvel e o seguro habitacional. É importante que o cliente fique atento a esses encargos para evitar surpresas no momento de assinar o contrato de financiamento.


Atualmente, as instituições financeiras disponibilizam mais de uma linha de crédito com taxas de juros e condições de pagamentos diferenciados. Conheça as opções de Financiamento imobiliário do Bradesco em 2023:

 

 

  • BRADESCO - TR

 

No financiamento imobiliário, o Bradesco disponibiliza dois modelos de precificação para imóveis residenciais:


• O (Tradicional) composto de taxa fixa a.a. +TR. Sendo a partir de 10,49% aa + TR (financiamento em Tr - tradicional );


• E o pós-fixado (Poupança Mais) composto de taxa fixa a.a. + remuneração da poupança. Sendo 10,66% a.a., composta por 4,49% a.a. mais 6,17% a.a. (teto do rendimento da poupança) 


• Até 35 anos para pagar

 

BRADESCO - TR

 

Financiamento Imobiliário - Bradesco - TR
Linha de Crédito Sistema Financeiro da Habitação (SFH)
Máximo de Financiado 80%
Comprometimento máximo da Renda 30% na tabela SAC e 15% na tabela Price
Taxa de Juros - TR A partir de 10,49% a.a. + TR
Valor Máximo do Imóvel R$ 5 milhões, acima deste valor pode ser feito sob consulta
Prazo de Pagamento 420 meses (35 anos)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim, para imóveis até R$ 1,5 milhão e conforme regras do Conselho curador FGTS (CEF)
Fonte: Assessoria de Imprensa do Bradesco em maio de 2023


 

  • BRADESCO - POUPANÇA+

 

O Bradesco também oferece a linha Poupança+. Nela, a prestação é composta pela taxa fixa + remuneração básica da poupança que varia de acordo com a SELIC. Ou seja, atualmente é 10,66% a.a., composta por 4,49% a.a. mais 6,17% a.a (teto do rendimento da poupança) 

 

Financiamento Imobiliário - Bradesco
Linha de Crédito Sistema Financeiro da Habitação (SFH)
Máximo de Financiado 80%
Comprometimento máximo da Renda 30% na tabela SAC e 15% na tabela Price
Taxa de Juros - Poupança+ A partir 10,66% a.a. -  composta por 4,49% a.a. mais 6,17% a.a (teto do rendimento da poupança)
Valor Máximo do Imóvel R$ 5 milhões, acima deste valor pode ser feito sob consulta
Prazo de Pagamento 420 meses (35 anos)
Sistema de Amortização SAC ou Tabela Price
Permitido Uso do FGTS Sim, para imóveis até R$ 1,5 milhão
Fonte: Assessoria de Imprensa do Bradesco em maio de 2023

 

 
O comprador também terá as tarifas abaixo:
 
Tarifa de Avaliação, Reavaliação e Substituição de Bens Recebidos em Garantia de até R$2.114,03, debitada em conta-corrente.
 
Entrada do Seguro Habitacional, que varia de acordo com a faixa etária do contratante e com o valor do imóvel
 
Pagamento do ITBI, calculado pela prefeitura.
 
Taxa de registro do contrato no Cartório de Registro de Imóveis 

 

 

Veja abaixo uma simulação de financiamento imobiliário que o Grupo SP Imóvel realizou para um imóvel residencial, localizado na cidade de São Paulo, com dados de uma pessoa de 45 anos e com uma renda de R$ 12.000, empresário ou funcionário privado (CLT). 

 

Compra de Imóvel Usado em São Paulo de R$ 400 mil
Entrada de R$ 80 mil (20%)
Financiado por 360 meses (30 anos)
Sistema de Amortização: SAC
Correção anual pela TR (Tabela Referencial)
Bancos Taxa de
Juros Efetiva 
a.a.
Custo
Efetivo Total
a.a.

(perfil 44 anos)
1ª  Parcela Última
Parcela
Total do Financ.
Bradesco -
TR
11,49%  12,87% R$
3.988,35
R$ 921,58 R$
931.010,90
Bradesco
( Taxa Fixa + Poupança)
10,06% 11,45% R$ 3.641,15  R$ 920,62 R$ 866.954,37
Simulações realizadas em maio de 2023  

 


Observação 1: A simulação acima não possui a composição de renda e não estão inclusas despesas com documentação, como, por exemplo, o ITBI.


As taxas do financiamento imobiliário variam conforme o perfil de cada cliente, prazo do financiamento e o relacionamento com o banco. Por isso, aconselhamos primeiro avaliar o banco em que você já tem conta e relacionamento, pois muitas vezes, abrir outra conta em outro banco só para o financiamento imobiliário, pode trazer desvantagens financeiras por causa de uma pequena diferença nos juros.
 


A parcela do Financiamento Imobiliário é composta pelas taxas de: amortização + juros; tarifa de administração mensal e de Seguro. E o Bradesco oferece parcelas fixas com Sistema de Amortização PRICE ou atualizáveis com Sistema de Amortização Constante – SAC.



O banco permite utilizar o FGTS no financiamento imobiliário para imóveis residenciais avaliados até R$ 1,5 milhão conforme regra do uso do CCFGTS (Conselho Curador do FGTS),. No Bradesco, a composição de renda do financiamento imobiliário é permitida entre cônjuges, casais em união estável, pais e filhos. Já as exceções são analisadas pontualmente.



Comprar um apartamento ou uma casa é um investimento de longo prazo e isso significa que comprometerá boa parte do orçamento mensal da família, portanto é preciso planejar e estudar quais os bancos têm as melhores taxas do crédito imobiliário.


Ou seja, é muito importante realizar simulações do financiamento imobiliário nos sites dos principais bancos, assim é possível ver quais instituições oferecem as melhores taxas do crédito imobiliário de acordo com o seu perfil. Nessas simulações é possível ter uma previsão das taxas de juros, seguros, amortização e dos valores das parcelas mensalmente. 

 

Fonte:
SP Imóvel
O Portal de Imóvel em São Paulo de São Paulo
www.spimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Quais as taxas de juros do Santander no financiamento imobiliário?
Próximo Post >
Restaurantes Japoneses em Santana, na Zona Norte de SP